5 de Abril – Dia Nacional do Doente com Artrite Reumatóide

Dia Nacional do Doente com Artrite Reumatóide

O que é?

A artrite reumatóide é uma doença crónica inflamatória, auto-imune, que se caracteriza pela inflamação das articulações e que pode conduzir à destruição do tecido articular e periarticular.
Sendo uma doença auto-imune significa que o doente com esta patologia apresenta um mau funcionamento do seu sistema imunitário, havendo produtos do sistema imune que reagem
contra os tecidos. Estes doentes referem sentir dor e dificuldade em mobilizar as articulações, mas os sintomas podem ser muito mais variados. O tratamento precoce pode resultar em melhoria substancial do prognóstico da doença a longo prazo.
É uma doença que atinge 3 vezes mais mulheres do que homens e calcula-se que atinja entre 50 a 60 mil portugueses. Nas mulheres, a doença surge normalmente entre os 30 e os 60 anos.
Contudo, no homem, parece aparecer mais tarde.

Qual a dieta adequada?

Aconselha-se uma dieta saudável, equilibrada e variada que inclua vegetais, frutas, alimentos com cálcio, vitaminas e com algum conteúdo de proteína, devendo evitar-se as gorduras e o
excesso de açúcar. Por ser uma patologia com caráter inflamatório é aconselhada a ingestão de alimentos com algum poder anti-inflamatórios, tais como o gengibre, frutos vermelhos, açafrão
e peixe gordo. Especial atenção para alimentos ricos em vitamina C (ex: citrinos), vitamina E (ex: azeite, oleoginosas), selénio (ex: sardinha, castanhas do Brasil) e ómega-3 (ex: sardinha,
cavala, linhaça).
Pretende-se que estes doentes mantenham um peso adequado, uma vez que o excesso de peso provocará sobrecarga nas articulações, agravando as queixas e limitando a atividade física. O
consumo de álcool deve ser limitado pela necessidade de utilizar medicamentos que podem, em algumas situações, desequilibrar a função do fígado.
Apesar de ainda não estar cientificamente comprovado, alguns doentes referem que a ingestão de determinados alimentos aumenta as dores.

POSSO PRATICAR DESPORTO?
Sim. A natação, a hidroginástica, a marcha e a ginástica de manutenção são atividades ideais. O desporto poderá estar contraindicado em doentes com lesões das articulações das ancas e dos joelhos.
Desportos de contacto não devem ser feitos, a menos que haja autorização do reumatologista.

 

Nutricionista Filipa Esposeiro ( 3090N) – Urbanfit Maia

Dia mundial do rimParkinson